Os maiores desafios dos farmacêuticos da indústria farmacêutica 4.0

Samantha Perlanovx
By Samantha Perlanovx 3 Min Read
3 Min Read
Manoel Conde Neto

Para quem não sabe, a era da indústria farmacêutica 4.0 já é uma realidade em todo o mundo, não à toa, para o empresário Manoel Conde Neto, grande acumulador de conhecimento da área, novos desafios são implementados juntamente às transformações, que acontecem organicamente. Por esse motivo, se você é um profissional da área ou simplesmente um curioso, conhecer os maiores desafios dos farmacêuticos na indústria farmacêutica 4.0 é essencial. Confira quais são eles a seguir.

  • Tratar o cliente como um paciente

Está na moda promover um atendimento mais humanizado entre as empresas mundo afora, independentemente do setor e tanto para os colaboradores das mesmas, quanto para os clientes. Por esse motivo, o proprietário da Farma Conde entende que um dos principais desafios dos farmacêuticos para os próximos anos é justamente deixar de tratar seus clientes como tais e passar a tratá-los como pacientes.

  • Mostrar e defender sua importância para a sociedade

O empresário Manoel Conde Neto acredita que com o advento da internet, não é incomum encontrar pessoas, principalmente no Brasil, que cada vez mais desvalorizam os profissionais das mais diversas áreas. Para a indústria farmacêutica isso não seria diferente, fazendo com que na era 4.0 seja um verdadeiro desafio não somente mostrar, como comprovar a importância dos farmacêuticos. 

Afinal de contas, assim como compreende Manoel Conde Neto, é bem fácil e conveniente desvalorizar informações de pessoas formadas e dar mais valor a conteúdos que se encontram, aleatoriamente e sem embasamento, no Google e redes sociais. No entanto, apesar de ser uma realidade, a luta deve ser comprada até mesmo por aqueles que não trabalham na área da farmácia, mas que entendem sua importância.

  • Controlar a logística de distribuição de medicamentos

Além disso, controlar a logística de distribuição de medicamentos também é um importante desafio dos profissionais farmacêuticos. Isso porque, a perda de controle de estoque em farmácias e drogarias é muito recorrente, o que implica principalmente no acesso equivocado de pessoas leigas a medicamentos que deveriam ser vendidos apenas com receita médica. Apesar de ser um problema já combatido na atual década, Manoel Conde Neto considera que essa luta ainda será travada por muitos anos.

  • Saber lidar com a carga burocrática

Finalmente, para o proprietário da Farma Conde, Manoel Conde Neto, saber lidar com a carga burocrática que traz consigo a indústria farmacêutica 4.0 é indispensável. Parte da rotina farmacêutica inclui preencher e enviar documentos em sistemas de controles implementados pelos órgãos regulatórios. Isso significa que o profissional que não gosta disso, deve se adequar de uma forma ou outra, uma vez que é essencialmente importante.

Share This Article
126 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *